Se creres verás a glória de Deus!

Lázaro! Vem para fora.

A ressurreição de Lázaro (Jo 11, 17-44). Essa passagem já conhecida do Evangelho foi tema de uma pregação realizada no último acampamento de jovens. Parei um pouco em meio aos trabalhos do acampamento e sentei para escutar. Fiquei surpresa com a profundidade do texto e gostaria de refletir com vocês hoje.

Quando fui à Terra Santa, entrei dentro do túmulo de Lázaro. Um buraco muito fundo, estreito e escuro que eles conservam até hoje com poucas modificações. Precisei me segurar nas paredes, descer vários degraus, fazer várias voltas e no final uma parede com uma pequena abertura no meio pelo qual tive que atravessar para chegar no local onde ficou o corpo de Lázaro. Naquele dia fiquei pensando: Como Lázaro conseguiu sair de lá e ainda coberto de faixas? Deve ter sido muito difícil. Humanamente impossível.

Lázaro morava em Betânia uma pequena cidade perto de Jerusalém onde Jesus costumava parar para descansar. Quando passava por lá, ele se hospedava na casa de Lázaro e suas irmãs Marta e Maria. Eles eram seus amigos. Diz o evangelho que quando Jesus chegou lá, já havia quatro dias que Lázaro estava morto.  Jesus se comove e chora. Jesus amava Lázaro.  Hoje Jesus também chora ao ver muitos dos seus amigos mortos, dentro de túmulos, em lugares escuros e cheirando mal.

Mas Jesus vai até o túmulo do seu amigo e pede para que tirem a pedra. Talvez hoje você também esteja se sentindo assim, dentro de um túmulo, sem vida, sem esperança, sem fé. Qual é a pedra que está te aprisionando? Qual escuridão atormenta sua alma?  Hoje Jesus está mandando pessoas retirarem a pedra. É Jesus, o seu amigo Jesus. Ele ordena, retirem a pedra.

Então Jesus disse à Marta: “ Se creres verás a glória de Deus”. Tiraram a pedra. Jesus orou ao pai e depois gritou bem forte: “Lázaro, vem para fora!”. Hoje também Jesus está gritando, chamando você pelo nome. Qual é o seu nome? Escute, ele grita ainda mais forte. João, Maria, Ana, Paulo, Luísa, Artur, vem para fora! Vem para a luz! Vem para vida! Talvez você não esteja escutando porque o buraco que você está seja muito fundo, talvez você tem escutado Jesus te chamando, mas não tem forças para sair ou ainda talvez você prefira continuar na escuridão. Mas Jesus continua te chamando.

O morto saiu. Tinha os braços e as pernas amarrados com faixas e o rosto coberto com um sudário. Notem queridos irmãos que Lázaro ainda estava como um morto quando saiu do túmulo, suas mãos e suas pernas ainda estavam amarradas e o seu rosto coberto. Mas ele ouviu a voz de Jesus e saiu. Do jeito que ele estava, talvez ainda estivesse cheirando mal. Acredito que tenha sido muito difícil para Lázaro se levantar, dar os primeiros passos, subir o primeiro degrau, sem enxergar a luz, sem saber onde era a saída. Mas ele saiu e o milagre aconteceu.

Hoje Jesus quer ressuscitar você, quer te dar uma vida nova, uma esperança nova, quer te mostrar a luz. Ele chora, ele chama, ele grita. Coragem, decida-se e vem para fora. Abra as janelas de sua alma, deixe a luz entrar. Se você não consegue sozinho, peça ajuda, dê o primeiro passo. Seu amigo Jesus, te espera. Se creres verás a glória de Deus.

Um forte abraço e que Deus nos abençoe.

 

Lavínia Marçal

Fase do discipulado da Comunidade Obra de Maria

Missão Brasília

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...