A Mulher Virtuosa por Excelência

“Quem é esta que avança como a aurora, bela como a lua, brilhante como o sol, temível como um exército em ordem de batalha?”
(Ct 6,10)

Após breve período de licença maternidade, retorno ao nosso blog para finalizarmos a reflexão sobre a existência da mulher virtuosa. E é claro que eu não poderia deixar de falar dela, a mulher por excelência, aquela a quem é atribuído o versículo acima. A silenciosa como a aurora, a brilhante, a bela, mas também, a temível: Maria de Nazaré.

Sim, minhas queridas irmãs, meus queridos irmãos, sabemos desde o início de nossa catequese que Maria é o modelo de mulher virtuosa de toda mulher católica. É também modelo por excelência de todo cristão que deseja seguir ao Senhor.

Mas porque uma jovem tão simples, tão comum se tornaria esta mulher tão inspiradora e com tanta influência sobre nossas vidas? Acredito que a resposta atravessa todos os episódios de sua vida narrados na Palavra de Deus. Da anunciação ao Calvário e ao Pentecostes, um só é o motivo pelo qual Maria tornou-se assim tão admirável: ela sempre foi toda de Deus e, sendo toda de Deus, conseguia ser toda dos seus próximos, toda de Seu Filho, toda da Igreja.

Seu sim ao anjo traduziu-se no serviço, na diligência e na oração constante. Sua entrega a Deus traduziu-se numa vivência silenciosa e ativa junto ao Seu Filho e aos seus discípulos. Maria amadureceu junto com a sua missão neste mundo e por sua intimidade com o Espírito Santo tornou-se grande, mesmo sem almejar esta grandiosidade.

Em Maria encerramos todas as mulheres bíblicas e todas as grandes mulheres que depois Dela existiram e existirão. Em Maria estou eu e você, nossas avós, mães, irmãs, filhas, amigas; em Maria somos todas chamadas à virtude, ao dom de si, à vida plena.

Finalizo está série de reflexões exortando a cada uma de nós a olharmos constantemente para Maria e enxergarmos nela aquilo que Deus desejou e pensou quando nos criou e nos chamou a vida enquanto mulheres. Tenho certeza de que quando compreendermos de verdade a grandeza de nossa vida e a grandeza de nossas virtudes, ajudaremos os homens a compreenderem o seu lugar e a sua importância e assim contribuiremos grandemente para que o gênero humano entenda e viva segundo a vocação que o Senhor mesmo lhe deu. Se formos verdadeiramente mulheres virtuosas, os homens serão verdadeiramente homens de Deus.

Que ela, a mulher temível como um exército, rogue a Deus por nós!

Rafaela Rocha

Consagrada Obra de Maria

Missão Brasília

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...