Poucos são os escolhidos

“Porque muitos são os chamados, e poucos os escolhidos” (Mt 22,14)

Meus irmãos,

Neste mês vocacional, muito se aborda esse Evangelho de Mateus, e fiquei refletindo: ¨Muitos são chamados, e poucos são os escolhidos”. E se Deus chama a todos, porque alguns não ouvem o chamado de Deus?

O chamado é Dele, mas a decisão é nossa. Como sempre Deus age na liberdade, não impõe nada a seus filhos. Somos nós quem decidimos se queremos segui-lo ou não.

O primeiro passo para discernir o chamado de Deus é saber ouvi-Lo. A rotina do dia a dia nos consome de tal modo que não temos tempo para ouvir a voz do Senhor. Precisamos reservar um tempo para ouvir a Deus, seja em nossas orações pessoais, seja num retiro, numa missa ou no próprio irmão. Porque Deus sempre fala a seus filhos.

O segundo passo é não ter medo de aceitar o chamado. Muitas vezes, diante de um novo desafio ou do desconhecido, nos amedrontamos e não temos coragem de dar o primeiro passo. Deus nos capacita, é Ele quem nos chama. Independente da nossa vontade Deus nos capacita. É Ele quem nos dá a graça de sermos pai, mãe, padre, freira, médico, missionário. Tudo provêm Dele. Por isso, é preciso nos livrarmos dos medos e inseguranças e assumirmos a nossa condição de filhos de Deus.

E por fim, o terceiro passo é ser e não fazer. Quantas vezes em nossas vidas nos questionamos: o que fazer na Igreja? Quais são os nossos dons? Mas acima do fazer precisamos ser. Sermos testemunhas vivas do Evangelho do Senhor.

Com esta disposição, sendo presença de Jesus Cristo na vida do próximo e na vida dos que convivem conosco, o Senhor vai atuando em nossa vida, nos moldando e nos mostrando o caminho a seguir, pois o chamado é Dele. Pode ser que Deus te queira sendo uma mãe dedicada a um filho especial e não necessariamente em uma Pastoral. Pode ser que ele te queira em um ministério de pregação. Não sei! Cabe a Ele a escolha, mas cabe a cada um de nós a resposta de ser onde quer que ele nos coloque. Isso também é vocação. Quantas vezes nos cobramos e a vocação se revela na simplicidade.

Deste modo amados, a vocação é um Dom de Deus, Ele chama à todos, mas poucos são os escolhidos, pois precisamos estar atentos à voz de Deus, com coração aberto e livre de amarras para poder dar nosso sim e dispostos a ser luz onde quer que estejamos!

Márcia Vila Nova Aguiar

Membro da fase do pré-discipulado da Comunidade Obra de Maria

Missão Brasília

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...