Lançando Sementes

Neste último domingo, a Santa Missa nos trouxe a parábola do semeador (Mt 13,1-23). Suas sementes caíram à beira do caminho, em terreno pedregoso, entre espinhos ou em terra boa.

Trazendo para a nossa realidade, não é uma parábola de difícil interpretação. É bastante óbvio perceber que uma semente tem mais chance de germinar e frutificar em terra boa do que em terreno pedregoso. Ainda que não fosse claro, o próprio Jesus explica a passagem aos seus discípulos quando perguntado a respeito.

O questionamento que gostaria de deixar hoje não é sobre os terrenos, mas sobre as sementes:

Que sementes temos lançado?

Sementes de paz? Sementes de rancor? Sementes de esperança? Sementes de indiferença?

Aquilo que vai germinar não é reflexo apenas da terra, da receptividade da pessoa que escuta. Depende também da semente. Se a terra é ótima, mas semeamos uma erva daninha, não há como nascer algo de bom.

Que possamos ao longo da semana (e da vida) lançar sementes do Evangelho em nosso meio!

Deus te abençoe!

igorÍgor Guimarães

Consagrado Obra de Maria

Missão Brasília

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...