Fica Senhor comigo, pois é só a ti que procuro teu amor!

“Quando chegaram perto do povoado para onde iam, ele fez de conta que ia adiante. Eles porém insistiram: Fica conosco, pois já é tarde e a noite vem chegando! Ele entrou para ficar com eles.” Lc 24, 28-29.

Essa passagem aconteceu após a morte de Jesus com dois de seus discípulos que iam para Emaús. Enquanto caminhavam, Jesus se aproxima e caminha com eles, mas eles não o reconhecem. Quando chega o momento da separação eles disseram: Fica conosco, pois já é tarde e a noite vem chegando! Essa frase marcou muito a minha vida e hoje gostaria de partilhar com vocês um pouco desta história.

Quando me mudei para Brasília há 16 anos, logo me casei e fui morar no Sudoeste. Comecei então a frequentar uma pequena igreja dedicada a Pe. Pio que na época era apenas um simples galpão. Naquele tempo meu esposo trabalhava viajando e eu ficava muito sozinha. Durante o dia era tranquilo, eu trabalhava e fiz grandes amizades no trabalho, mas quando chegava o fim da tarde e começava a escurecer, meu coração se inquietava e a angústia me apertava. Tinha medo da solidão, tinha medo da escuridão… Nestes momentos então eu me lembrava desta frase: “Fica conosco, pois já é tarde e a noite vem chegando”. Comecei então a repetir várias vezes: Fica comigo Senhor pois já está ficando tarde. Fica comigo Senhor a noite está chegando. Fica comigo Senhor, fica comigo senhor…

O tempo passou, as crianças chegaram e o fim do dia já não me incomodava mais. Foi quando tive a oportunidade de conhecer a Terra Santa. Que alegria!  Escolhemos para essa peregrinação a Comunidade Obra de Maria. Fomos eu, minha mãe, minha avó e mais duas tias. A viagem foi maravilhosa. Cada lugar era especial, as missas, as orações, as pessoas, tudo falava de Deus. Chegou então o dia de visitar o Horto das Oliveiras, o lugar da angústia de Jesus. Lá existe uma igreja escura e triste, Basílica da Agonia. Entrei e sentei no primeiro banco. Na frente do altar uma grande rocha e ao fundo um grande mosaico com Jesus sozinho, desolado, reclinado sobre uma pedra. Aquela seria a pedra que Jesus se reclinou quando suou sangue? Comecei a olhar para o mosaico e imaginar aquele momento de dor e sofrimento de Jesus. De repente ouvi uma voz interior que me disse: “Você sempre me pediu que eu ficasse com você, mas hoje sou eu que estou te pedindo, fica comigo. Fica comigo esta noite”.

Meu Deus! Era Jesus que estava me pedindo pra ficar com ele naquela noite de angústia. Naquele momento me lembrei do sacrário da paróquia São Pio que quase sempre ficava sozinho. Senti uma dor no peito, uma tristeza na alma e começou a passar em minha mente cenas de pessoas sofrendo, senti a dor da traição, vi mães enterrando seus filhos, choro de crianças, pessoas desesperadas… Percebi que Jesus me fez sentir uma gota do mar de sua suprema angústia. “Ele levou sobre si as nossas dores”. Chorei, chorei muito, não conseguia parar.

No último dia de nossa viagem já estávamos com tudo pronto para a volta quando   tivemos um problema com o horário do voo. Teríamos que esperar o dia todo, então a equipe da viagem decidiu passar em Emaús. Seria coincidência? Passar pelo mesmo lugar onde os discípulos caminharam com Jesus? Chegando lá pediram que algumas pessoas falassem sobre a viagem. Senti que devia partilhar e em meio a muitas lágrimas contei o que havia acontecido. Quando terminei de falar vieram duas pessoas, uma me entregou um pequeno broche em forma de coração com a imagem de Pe. Pio e a outra me entregou uma oração. Quando olhei para a oração levei um susto. Era a oração de São Pio onde todas as frases começam com as palavras FICA COMIGO SENHOR. Eu não a conhecia.

Essa experiência me fez descobrir um grande amigo no céu chamado São Pe. Pio, eu não o conhecia, apenas frequentava a sua paróquia, mas a sensação que tive foi que ele me conhecia, me protegia e me amava. Aprendi que Jesus caminha conosco mesmo quando não percebemos, sofre conosco, se alegra conosco, mas aprendi também que ele se sente sozinho, espera por nós no sacrário, na eucaristia e no irmão que sofre. Peçamos a Jesus para ficar conosco e não esqueçamos também de ficar com ele.

Fiquem com Deus e que São Pe. Pio rogue por nós!

 

Lavínia Marçal

Fase do discipulado da Comunidade Obra de Maria

Missão Brasília

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...