Sair da superfície

ir alémSair da superfície é o nosso desafio!

Superfície: “Pouca ou nenhuma profundidade; aparência; extensão”.

“Para que não continuemos crianças ao sabor das ondas, agitadas para qualquer sopro de doutrina, ao capricho da malignidade dos homens e de seus artifícios enganadores. Mas pela prática da sincera caridade, cresça em todos os sentidos, Naquele que é a cabeça, Cristo.” (Ef 4,14)

Esta passagem, por si só, define tudo que eu queria partilhar com vocês. Tudo se resume em Cristo, estar com Ele, confiar nele, crescer Nele. Só conseguimos isso através de amor, conhecimento, busca e aprofundamento.

Nos aprofundarmos em Deus, em sua vontade, serviço e mistérios muitas vezes nos assusta. Ao colocarmos nossa capacidade em nós mesmos, ficamos estáticos e a superfície é o lugar mais cômodo, ideal, nossa zona de conforto. Sair de lá? Nem pensar!

Ficar na superfície, ser inconstante com Deus e com o próximo dá menos trabalho. Usar a Deus e só procurá-lo quando estiver passando por alguma provação, está bom. Ter compromisso para que o Reino Dele aconteça, servi-lo frequentemente, isso tudo é bastante cansativo, requer muita doação. Então, a melhor opção é a superfície. Também tem a questão de não saber nadar. E se eu não aguentar? Se me afogar? Os “questionamentos”, ou melhor, as desculpas que criamos vão se tornando maiores que o amor que sentimos por Cristo.

Talvez a vida tenha tornado seu coração endurecido, calejado, machucado, cauteloso, medroso… Portanto, até mesmo molhar os pés nesse mar que o Senhor te convida a mergulhar, amedronta.

Irmãos, o medo é de todo ser humano, mas a vontade de superá-lo também é. Então, por que parar na superfície se Deus prometeu que não somos nós, mas o Espirito Dele é quem age?

Onde há amor, todo empecilho desaparece. Veja Nossa senhora: depois de Jesus, que deu a vida para nos salvar, Ela é o maior exemplo de amor e doação a Deus. Ela se lançou à vontade do Pai. Não ficou na superfície, simplesmente amou e Deus fez a obra.

Cristo nos convoca a servir por amor a Ele, a nos lançarmos sem medo. A superfície não deve nos contentar mais. Ele espera que sejamos corajosos, que O busquemos sem receio e determinadamente. E como isso será? Não se preocupe, Ele fará.

Se todas as coisas acontecem com a permissão Dele, se até o vento O obedece, porque temer?

“Se o mar, me submergir a tua mão, me traz a tona pra respirar, e me faz andar sobre as águas…”

Que essa verdade seja gravada em nosso coração e que pelo amor a Deus possamos crescer em todos os sentidos, pela intercessão de Nossa senhora. Amém.

LeydyanyLeydyany Sampaio

Consagrada Obra de Maria

Missão Brasília

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...