É para toda a vida que o prometeis?

casa família larHoje tive uma noticia maravilhosa! Uma amiga, mãe de quatro filhos contou-nos que ela e o esposo separados há mais de um ano resolveram reatar e dar uma segunda chance a ambos, aos filhos, à família.

Como fiquei feliz com a noticia, pois apesar de não confessar nenhuma religião em particular e de não serem casados na Igreja, eles já estavam juntos há muitos anos e dessa união vieram quatro lindos filhos, que estavam muito mexidos com a separação. Foi a alegria de ver uma família reunida novamente que me deixou feliz.

Não sei exatamente qual o motivo que os fez se separarem, mas acredito que o mais relevante é que eles resolveram dar mais importância ao que os uniu anteriormente. Bom saber que eles compreenderam que o que realmente importa é o que nos une e não o que nos separa! E se uniu uma vez e gerou frutos e foi forte o suficiente para uni-los novamente, acredito: é amor.

Amados irmãos e irmãs, vivemos atualmente imersos num mundo fugaz, descartável, em constante mudança e movimento e isso torna, muitas vezes, os relacionamentos frágeis ou fragiliza aqueles que não se abastecem no Amor verdadeiro. Por isso, hoje mais do que nunca parece absurda e até louca a promessa que os noivos fazem um ao outro no altar: “é para toda a vida que o prometeis?” Com tudo tão mutável e instável, como garantir que o amor dedicado ao cônjuge seja perene, para sempre, até a morte?

O segredo é proclamado pela Igreja há muito tempo: “é Ele (o Espírito Santo) o selo de sua aliança, a fonte que incessantemente oferece o seu amor, a força em que se renovará a fidelidade dos esposos.” (CIC 1624), ou seja, é pelo Sacramento do Matrimônio que o casal recebe a força e a ajuda necessárias para cumprir as promessas feitas no altar, pois pelo sacramento “o consentimento pelo qual os esposos se entregam e se acolhem mutuamente é selado pelo próprio Deus.” (CIC 1639)

Se você conhece algum casal que está unido, sem impedimentos diante da Igreja e que não recebeu ainda o Sacramento do Matrimônio, incentive-o, pois estarão atraindo para si força e bênção do céu. Ou se você conhece casais que ligados pelo matrimônio estão em crise ou separados, ajude-os a se recordarem das promessas feitas e de que quem sela o vínculo deles é o próprio Deus!

Precisamos rezar, meus irmãos e irmãs. As famílias urgem por restauração e salvação! Por isso, reuniremos nos dias 19 e 20 de Julho casais para que em oração possam renovar seus votos e responder um eloqüente sim àquela pergunta feita há tempos atrás: “é para sempre que o prometeis?”

Faça a sua parte, divulgue este encontro e seja canal da graça de Deus para uma família!

Que Santa Ana e São Joaquim roguem a Deus por nós!

rafaRafaela Rocha

Consagrada Obra de Maria

Missão Brasília

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...