Eternas crianças junto de nossa mãe Maria

eternascriancas

Quando uma criança cresce e chega na adolescência, é comum que tenha momentos de divergência mais forte com seus familiares, muitas vezes com sua mãe. Essas divergências podem gerar conflitos que se refletem no dia-a-dia, podendo inclusive se estender até a vida adulta. Está longe de ser o ideal, a vontade de Deus para nós, mas sabemos que é algo comum.

Com Maria, corremos o risco de ter um comportamento similar. O tempo vai passando, saímos de infância, e podemos achar que já somos totalmente independentes, que não precisamos de uma mãe.

Mas, do ponto de vista espiritual, embora amadureçamos e possamos nos aprofundar no relacionamento com Cristo e com as coisas do alto, fatalmente seremos eternas crianças. Continuamos a tropeçar e a cometer erros bobos como pequenas crianças que precisam de cuidado. Você conhece alguém capaz de dar esse cuidado melhor do que a nossa mãe?

Sem a presença da nossa Mãe do Céu, teremos apenas a sensação de amadurecer. Na verdade, estaremos parados no mesmo lugar, sem crescer.

Maria cuida de nós com o mesmo carinho com que cuidou de Jesus Cristo. Somos seus filhos, assim como Ele. Ela quer nos ensinar a caminhar, a falar, a rezar.

Tenhamos a humildade de reconhecer que precisamos dela para trilhar o caminho da vida com os pés firmes. Queiramos ou não, somos crianças e precisamos da mão dela a nos guiar.

Quer um exercício prático dessa devoção? Comece rezando o Santo Terço diariamente e verá como é bom caminhar com a mãe ao lado, como fazíamos na nossa infância.

Que a minha e a sua mãe, Nossa Senhora, nos abençoe no dia de hoje!

Ígor Guimarães

Consagrado Obra de Maria

Missão Brasília

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...