Da decepção nasce a verdade em nossos relacionamentos

relacionamentos

Alguns dias atrás, uma moça me pediu para conversar um pouco. Ela me disse que estava namorando há um ano um rapaz, porém, estava muito triste e pensava em terminar o namoro porque havia descoberto que seu namorado não era nada do que ela imaginava ser. Ela relatou não conseguir rezar mais e nem cuidar de outras preocupações da vida sem se angustiar com esta situação.

Bem, creio que aquela história de “conselheiro amoroso” exista somente nos filmes, todavia se soubermos enxergar nossos conflitos e colocá-los à luz da presença de Deus, seguiremos um caminho seguro na busca de entendê-los, conviver melhor com eles ou quem sabe até resolvê-los.

Certa vez ouvi o Padre Fábio de Melo dizer que da decepção nasce a verdade em nossos relacionamentos.  Interessante porque esta é justamente a proposta e o desafio do verdadeiro amor e o que torna nossos relacionamentos mais verdadeiros uns com os outros.

Sejam nos relacionamentos amorosos, na amizade ou qualquer forma de interação, aprendemos a construir dentro de nós uma imagem uns dos outros.  O problema disso é que esta imagem é feito segundo as minhas concepções, fantasias ou segundo aquilo que eu espero que o outro seja para mim. O tal do “amor platônico” nasce dessa projeção na pessoa do outro dos meus desejos, dos meus anseios, ideais e do mundo que eu sonhei dentro de mim.

Mas o tempo passa e eu vou vendo que as coisas não eram bem o que eu pensava ser. Na verdade era esta a situação com que aquela moça se deparou. Eu disse a ela e repito aqui, não existe amor à primeira vista. O amor começa a existir à medida que começo a conhecer as limitações do outro. Ela construiu a imagem de um “príncipe encantado” em sua imaginação e estava triste porque descobriu que ele era um sapo. Eu disse a ela que talvez, ele pudesse estar pensando a mesma coisa a seu respeito.

Ninguém tem a obrigação de ser aquilo que os outros esperam que sejamos. Temos a obrigação sim, de ser em Deus e na verdade de Deus o melhor que pudermos para Deus e para os outros, mas não temos a obrigação de satisfazer as expectativas de ninguém. Isto é desumano e como “humanos” que somos, estamos sujeitos às falhas.

Se algum dia lhe disser que você decepcionou, que você não é aquilo que pensavam ser, ou que se enganaram a respeito, você deve dizer: “Que bom! Então agora temos a oportunidade de nos relacionarmos na verdade de nossas vidas”. Se você está do outro lado, é aquele que esta sofrendo porque foi decepcionado, ta na hora de amadurecer e ver que o  problema pode não estar somente no outro, pode estar também em você.

As prisões afetivas nascem das nossas expectativas. A pessoa ao meu lado, o esposo, a esposa, o namorado a namorada, o amigo, o parente, todos são feitos de barro e cheios de erros, de defeitos. Erramos novamente ao não enxergar isto, ao querer ver somente aquilo que nos é conveniente.

Relacionamentos verdadeiros existem quando sabemos dar tempo para que o outro se revele, para que se conheçam os desafios e; a partir disso se tome a decisão de fazer dar certo mesmo assim.

Namoros foram feitos para acabar e a minha discussão com ela não se tratava do fim ou não do seu namoro. O que eu gostaria que ela entendesse e que você leitor, também compreendesse, é que o homem não pode existir sozinho, precisamos nos relacionar e nenhum relacionamento é durável se eu o amarro em minhas expectativas, mas ele pode ser eterno se nos conhecendo uns aos outros verdadeiramente, tomamos a decisão de “Reconstruir” o outro dentro de nós, todos os dias, todas as horas, durante uma vida inteira, sempre que precisar, sempre que for magoado e ferido e sempre que as coisas não acontecerem do jeito que gostaria que fosse.

É isso o que Deus faz conosco. Ele sabe muito bem quem somos e não tem nenhuma expectativa a nosso respeito.  Mesmo assim não desiste de nos reconstruir em seu amor. Ele renova este amor todos os dias e a cada erro que cometemos.

Deus ama você, ame você também.

Deus abençoe.

marton-sorrindoMartoncheles Borges

Consagrado Obra de Maria

Missão Brasília

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...